Salvador, 14 de Dezembro de 2017

Antonio Souza Benta (03 Dez 1868 - 23 Fev 1946)

Antonio Souza Benta (03 Dez 1868 - 23 Fev 1946)


 

Antônio de Souza Benta, era natural de Chapada Velha, município de Brotas de Macaúbas. Ele originalmente veio para o Ventura, onde se estabeleceu em um garimpo que o permitiu ficar rico. Posteriormente mudou-se para Morro do Chapéu.

De sua união com Honestina Virgília Benta, em 1895, nasceu um filho, de nome Flodoaldo de Souza Benta, que morreu em 11.09.1917, aos 21 anos de idade, na fazenda Roça Grande, situada entre o Ventura e Bela Vista (hoje Utinga). O cavalo que montava foi beber água, tropeçou, atolou e caiu por cima do mesmo. O rapaz cursava o segundo ano de engenharia civil em Salvador.

 O coronel teve outro filho, José de Souza Benta, formado em direito em 1919, com Josepha Maria D’Assumpção. Em 13.01.1925 o jornal A TARDE noticia que o Dr. José Benta suicidou em Mucugê. Era ex-juiz de Remédios e foi injustamente acusado de desvio de 20 contos de réis da uma casa comercial

          Após a morte de Flodoaldo, o coronel Benta criou um menino de nome Remo.

       Benta era um grande amigo , seguidor politico e braço armado do Coronel Dias Coelho.

        
Os coronéis da região quando tinham qualquer caso de crime mandavam o jagunço para Dias Coelho abrigar em Morro do Chapéu. Dias Coelho mandava esses criminosos para o coronel Benta, que era seu homem de armas e possuía garimpos na serra de Martim Afonso, onde mantinha as despesas de mais de 100 homens, que eram garimpeiros e jagunços.  Se um criminoso ia para lá, para trabalhar, e não obedecia as ordens, ele mesmo tinha que abrir sua sepultura .

        Benta exerceu o cargo de Intendente no periodo de 1904-1906. Com a morte de Dias Coelho, em 1919,  vplta a assumiu, a prefeitura, no período de 19.02 – 10.04.1919, numa fase agitada, em face da existência de uma forte oposição política, que  havia implantado o “Pequeno Jornal”, dirigido por Adelmo Pereira e seu filho Osvaldo Dourado Pereira, para divulgação de suas idéias.

Na eleição de 1923, os partidários do coronel Benta apresentaram como candidato ao cargo de intendente, o coronel José Martins de Araújo, de Canabrava do Miranda (atual Canarana), que concorre com o professor Faustiniano Lopes Ribeiro. A eleição gera um impasse, pois ambos os candidatos se declaram eleitos. O Senado Estadual decide a questão, reconhecendo a eleição do professor Faustiniano. Esse fato gera o início de uma fase politicamente muito agitada, inclusive com a vinda da capital de uma força policial, comandada pelo tenente Macedo, em apoio ao prefeito, correligionário do governador Góes Calmon. Essa crise tem como consequência a criação do municipio de Irecê.

O coronel Benta foi membro da Comissão Pacificadora das Lavras Diamantinas, nos conflitos em torno do coronel Horácio de Matos, em 1920. Em 30.01.1922, o coronel Benta e sua esposa se mudaram para Senhor do Bonfim.

Muritiba et. al. (1997) citam que na época em que apoiou com jagunços o coronel Galdino César de Moraes (1857-1946), na sua luta armada contra o coronel Ernestino Alves Pires, em Jacobina, o Coronel Benta se orgulhava de ser capaz de ter ao seu dispor 450 homens .

Tavares (2001) cita que nos primeiros dias da revolução de 1930, telegramas do presidente Washington Luis, de Pedro Lago, governador eleito, e de outros políticos baianos, convocaram coronéis da Chapada Diamantina, do São Francisco e do Sudoeste a enviarem homens armados para engrossar as forças governistas. Quase todos atenderam ao apelo acreditando ser uma repetição da luta contra a Coluna Prestes.

Cunegundes (1999) cita que após a revolução de 1930, o coronel Benta foi preso em Feira de Santana, por comandar um Batalhão Patriótico para combater as forças revolucionárias que pretendiam, como obtiveram, a deposição do presidente Washington Luiz. Anos depois, durante uma campanha política, o governador Juracy Magalhães, de passagem por Morro do Chapéu, ficou hospedado na sua casa e sempre repetia a pergunta: o que é que o senhor quer do meu governo? Benta então dizia: eu não quero nada. O senhor mandou me prender. Portando considere-se hospede apenas da minha esposa e não meu convidado Por mais que Juracy explicasse que a ordem de prisão não partira dele, Benta não mudou de idéia.

Antônio de Souza  Benta foi o primeiro proprietário de carro em Morro do Chapéu, um caminhão apelidado de Leão do Norte.

Uma reunião realizada em Duas Barras, em dezembro de 1935, deliberou encaminhar aos poderes competentes, o pedido para mudar o nome dessa localidade para Souza Benta.

O coronel Antônio de Souza Benta faleceu em Morro do Chapéu, em 23.02.1946. A sua importância histórica para Morro do Chapéu é muito relevante. Sob sua liderança a cidade viveu a crise politica que resultou na criação do município de Irecê, a passagem da Coluna Prestes, a passagem de Lampião e a Revolução de 1930.

Benta também foi um destacado construtor de estradas, muitas vezes aplicando recursos proprios.

 

 

  • Coronel Antonio de Souza Benta
  • Coronel Antonio de Souza Benta
  • Coroneis Antonio de Souza Benta e Francisco de Mattos (Chico Mattos)
  • Coronel Antonio de Souza Benta
  • D. Honestina Benta esposa do Coronel Benta
  • Coronel Antonio de Souza Benta e familia
  • Sepultamento do Coronel Benta em 1946
  • Altar em homenagem ao Coronel Antonio de Souza Benta
  • Flodoaldo Benta
  • Verso da foto de Flodoaldo
  • Flodoaldo Benta
  • Flodoaldo Benta
  • Netos e Nora do Coronel Antonio Benta
  • verso da foto Netos e nora do Coronel Antônio Benta
  • Funeral de Fodoaldo Benta
  • Verso da foto do funeral de Flodoaldo Benta

Comentários enviados

eni
eni em 18/12/2013 às 01:27:24 disse:

eu,conheci e tive profunda amizade com os dois neto do coronel benta filhos de Jose, de nomes Armando cajazeira de souza benta e gilberto.Porque nao se tem relatos deles?

JOSUÉ SENA
JOSUÉ SENA em 25/07/2014 às 22:08:55 disse:

Minha Vó Mãe Benta se abrigava na fazenda dele em tempos de secas com minha mãe Edelzuita Benta,meus tios João Benta,Manoel Benta e Jotinho Benta etc.que vendiam diamantes a ele bem como os homens serviam de Jagunços em defesa de suas terras.

José Antonio Cardoso Cajazeira
José Antonio Cardoso Cajazeira em 13/12/2014 às 10:33:56 disse:

Sou filho de Gilberto Cajazeira Souza Benta, neto do Coronel Benta. Nunca soube muito sobre meu bisavô e principalmente sobre meu avô José porque meu pai não falava quase nada sobre esse assunto. Se alguém tiver informações sobre eles e quiser me enviar, ficarei grato.

josue oliveira sena
josue oliveira sena em 28/04/2015 às 13:54:47 disse:

Entre em contato 74 91980342 , sou da familia temos algumas informaçoes, será um prazer conversarmos sob o assunto.

Edizio Mendonça
Edizio Mendonça em 26/07/2015 às 10:30:30 disse:

O Cel Antonio de Benta, nasceu no povoado de Spinola, então distrito de Chapada Velha, do então municipio de Brotas de Macaúbas, o povoado de Spínola hoje pertencente ao município de Barra do Mendes, Bahia.Portanto nós os barramendenses temos o maior orgulho de ter o Cel Antonio de Benta como nosso importante conterrâneo.

deusdedit novais
deusdedit novais em 07/09/2015 às 21:40:20 disse:

se alguem de macaubas sabe o paradeiro dos pais e tios de olavo antonio de souza que residio no bairro dos carrapatos,por favor me de noticias ele deixou a familia quando tinha 15 anos

José Antonio Cardoso Cajazeira
José Antonio Cardoso Cajazeira em 29/12/2015 às 20:30:21 disse:

Sou filho de Gilberto Cajazeira Souza Benta, neto do Coronel Benta. Nunca soube muito sobre meu bisavô e principalmente sobre meu avô José porque meu pai não falava quase nada sobre esse assunto. Se alguém tiver informações sobre eles e quiser me enviar, ficarei grato. Meu end de email é j.antonio.cajazeira@gmail.com

suse carine
suse carine em 19/11/2016 às 14:55:15 disse:

Olá, sou bisneta de galdino martins de araujo, que era primo carnal do coronel souza benta, queria saber mais historias sobre eles

suse araújo
suse araújo em 19/11/2016 às 15:01:06 disse:

Olá, sou bisneta de Galdino Martins de Araújo , primo carnal do coronel Souza Benta e gostaria de saber mais histórias dele.

Utilize o espaço abaixo para contribuir com informações, sugestões, elogios ou críticas ...

Sua mensagem será moderada antes de aparecer para o público.


(Obrigatório)
Este campo é obrigatório.Formato de e-mail inválido.

Desenvolvido por Éder Lima