Salvador, 17 de Outubro de 2017

João Bernardino de Macedo (Capitão)

(23.07.     -     )

 

Segundo Chagas (1996), em 1922 o capitão Macedo foi delegado de policia em Lençóis, onde entrou em atrito com os horacistas. Talvez por essa razão tenha sido o escolhido, em 1924, pelo coronel Terêncio Dourado para chefiar o destacamento policial enviado para Morro do Chapéu pelo governador Góes Calmon, para atender ao pedido e garantir a posse do prefeito eleito, Faustiniano Lopes Ribeiro.

Era um policial muito valente. Quando foi substituído em Morro do Chapéu pelo tenente Campos, foi designado para seguir, juntamente com cerca de 100 soldados, rumo à Lençóis, onde integraria a tropa comandada por Mota Coelho, que deveria assegurar a posse do coronel Otávio Passos como delegado local, o que contrariava os interesses do coronel Horácio de Matos. Assim, em 01.02.1925 ele desembarcou com uma tropa no França, para seguir com os comandados do tenente Othoniel para Bela Vista. Durante esse episódio, ele e seus soldados ficaram retidos em Wagner, sem comida e com a munição para acabar, cercados por forças horacistas, compostas por jagunços, comandas por Pé de Serra, Paulino, Manuelzinho da Cruz e Antônio Charada, que bloqueavam as estradas. Com o Acordo de Lençóis esse combate foi suspenso e o capitão Macedo voltou para Salvador.

Ao abordar esse episodio, Chagas (1996) relata que em 1925, o governador Góes Calmon decidiu destituir o delegado de Lençóis, Aristides Tilão, um horacista, e nomear para o seu lugar Otávio Passos, que veio ocupar o cargo acompanhado de uma força policial. Mais de 500 soldados da Policia baiana, misturados com jagunços, convergiram, sobre Lençóis. O capitão Macedo, com cento e tantos soldados promovem a ocupação de Wagner, que dias depois, fica cercada pelas forças de Francisco de Matos e de Luis Pé de Serra.

Segundo Borges et al (1975), em janeiro de 1925, o capitão Macedo deslocou um contingente de Mundo Novo, com 100 soldados, que sob o comando do major João da Mota Coelho cercou a cidade de Lençóis, quando, até o mês de março foram travados violentos combates com as forças do coronel Horácio de Matos. Esse episódio termina com a morte de Mota Coelho, em combate.

Segundo Carlos Navarro Sampaio, um acontecimento interessante na vida do capitão Macedo é o seu casamento com uma viúva muito rica, que no dia do casamento o humilhou, comentando em público, em alto e bom som, que ele jamais havia pensado em ter uma vida como aquela, ao tempo em que chamava a atenção para o brilhante com que havia acabado de presentea-lo. Ele nada respondeu e após algum tempo pediu licença aos convidados, foi para o quarto, tirou o terno do casamento, sobre o qual colocou o brilhante, vestiu a sua farda e foi embora, jamais procurando a esposa novamente.   Existem informações de que quando da morte dessa senhora ele teria sido procurado para receber a herança, o que foi recusado. 

D seu casamento com Adelina Batista Luz nasceram os filhos João, Manoel e Wilson, todos com sobrenome Bernardino de Macedo. 

Consta que o coronel Terêncio Dourado teria criado duas meninas, filhas de um amigo. Uma dessas meninas teria ido viver com Macedo quando ele já estava velho. Esse fato teria provocado o rompimento entre os dois antigos colegas de farda e companheiros de lutas políticas.

 

  • Capitãao Macedo

Comentários enviados

Olivia De Macedo
Olivia De Macedo em 03/08/2015 às 09:40:40 disse:

Essa historia é do meu bisavô!!!

Olivia De Macedo
Olivia De Macedo em 03/08/2015 às 09:44:31 disse:

Essa historia é do meu bisavô. Pelo que meu avô contava ele era capitão e não tenente. Participou e obteve sucesso caçada à Lampião. Tenho uma foto dele dessa passagem.

Janaina Rodrigues de Macedo
Janaina Rodrigues de Macedo em 03/08/2015 às 17:23:15 disse:

Sou bisneta do Capitão Macedo, gostei muito da reportagem, temos fotos dele com sua tropa na procura de Lampião... Minha avó, Maridete Amaral de Macedo, que hoje tem 91 anos está viva e sabe diversas histórias dele. Minha avó é viúva do filho do Capitão Macedo, o Tenente Wilson Bernadino de Macedo, homem muito honrado e admirado por todos.

silvia
silvia em 03/08/2015 às 17:37:59 disse:

Boa tarde, sou bisneta de João Bernadino de Macedo, minha avó está com 91 anos e tem fotografia deles dessa época, se tiverem interesse poderei enviar. Esse fato da viúva rica foi verdade... qualquer informação que tiverem interesse, entre em contato comigo.

MARIA DO CARMO AMARAL
MARIA DO CARMO AMARAL em 06/08/2015 às 23:18:17 disse:

Sou neta do capitão Macedo, conheço esse relato da viúva rica, parabéns pelo trabalho de resgatar a historia de Morro do Chapéu. Fico feliz em saber que meu avô fez parte dela.

PEDRO AURELIO DE MATOS ROCHA
PEDRO AURELIO DE MATOS ROCHA em 12/10/2015 às 17:58:42 disse:

Acho que sou parente do Capitao Macedo, temos alguns parentes em Tucano, Bahia,gostaria de saber a origem dos Macedos de Morro do Chapeu?

Utilize o espaço abaixo para contribuir com informações, sugestões, elogios ou críticas ...

Sua mensagem será moderada antes de aparecer para o público.


(Obrigatório)
Este campo é obrigatório.Formato de e-mail inválido.

Desenvolvido por Éder Lima