Salvador, 14 de Dezembro de 2017

Paulo Augusto Matos Dantas


Octaviano Gonçalves relata que Paulo Augusto Mattos Dantas, o Paulinho, foi um discípulo do maestro Zé Mocó, formando com a leva de jovens músicos criados pela Sociedade Filarmônica Minerva, na segunda década de 60. Destacando-se entre os outro jovens músicos, ele foi apoiado por sua família para formar o conjunto musical "Paulinho e seu Conjunto" tocando músicas da jovem guarda. Depois o Professor Manoel Pedro Filho formou o conjunto " Os Paqueras" e ele foi um dos seus músicos, grupo musical que fez grande sucesso na região. Por se destacar tocando sax-tenor ele foi convidado para participar do conjunto "Embalo 4" da cidade de Jequié, depois tocou no Lordão de Itabuna e mais adiante no Fase 5 de Salvador que se apresentava na TV Itapuã. Por ter ele grande conhecimento de música, foi convidado a ser maestro da Banda do Corpo dos Bombeiros da capital, passado a ser militar dessa corporação. Nós últimos tempos de vida o músico Paulinho voltou à sua escola, a Minerva, para ser o seu maestro, mas debilitado pela doença que tirou a sua vida ele não pode prosseguir nesse desafio, morrendo em sua terra natal, apesar de residir em Salvador:

Utilize o espaço abaixo para contribuir com informações, sugestões, elogios ou críticas ...

Sua mensagem será moderada antes de aparecer para o público.


(Obrigatório)
Este campo é obrigatório.Formato de e-mail inválido.

Desenvolvido por Éder Lima