Salvador, 23 de Outubro de 2017

João Belitardo Sobrinho

 (15.04.1884 - 1969)

 Natural de Jacobina, João Belitardo passou a residir no Ventura em torno de 1904, onde tornou-se comerciante de diamante, que negociava com a firma Barreto de Araújo. Além de proprietário da fazenda Sohen, também era Juiz de Paz e representante político dos coronéis Dias Coelho e Antônio de Souza Benta no Ventura.

Em 1945, quando, sob orientação do coronel Benta, houve a criação dos partidos políticos UDN e PSD em Morro do Chapéu, tornou-se filiado e presidente de honra da UDN e consequentemente correligionário de Carlos Navarro, a quem apoiou como candidato a prefeito em 1950.

Existem duas possíveis explicações para a sua escolha pelo ingresso na UDN:

a) o fato de Pedro Grassi, com quem não se dava bem, ter optado pelo PSD:

b) a presença de Jubilino Cunegundes, que havia sido advogado de sua esposa no processo de desquite, como líder do PSD.

Da sua união com Maria Simões Belitardo-D. Sininha nasceram os filhos Jary e Bolivar. Jary que casou com Antônio Mero Barbosa, médico no povoado do França, município de Mundo Novo, faleceu em 1941, na fazenda Shoén, deixando uma filha de nome Yeda Belitardo Barbosa.

Belitardo também se responsabilizou pela criação da sobrinha Idalice Belitardo Grassi..

Um aspecto a destacar é o de que mesmo durante a melhor fase do carbonado, Belitardo teve a iniciativa de diversificar os seus investimentos, adquerindo várias fazendas de gado. Com a crise do carbonado em 1932, essa estratégia se revelou adequada.

A morte de João Belitardo ocorreu em 1969, no Ventura, onde era fazendeiro

Comentários enviados

Juçara belitardo santos
Juçara belitardo santos em 19/07/2013 às 17:17:49 disse:

Sou neta do Bolivar Simoes Belitardo,moro no Pará na cidadezinha com o nome de Ulianopolis.

Osmar Almeida da Silva
Osmar Almeida da Silva em 05/10/2014 às 16:11:34 disse:

Tio "Janjão", como o conhecia, sempre se hospedava na residencia de seu sobrinho e meu Pai Ângelo Belitardo em Jacobina, quando por lá passava a negócios, Grande Figura!

Carmi Leda Oliveira em 01/05/2016
Carmi Leda Oliveira em 01/05/2016 em 01/05/2016 às 19:17:53 disse:

Sou filha de Belitardo Gomes da Silva,irmão de Ângelo Belitardo Gomes da Silva de Jacobina. Meu pai era sobrinho de João Belitardo. Tio "Janjão". Meu pai era muito parecido com tio Janjão. Sei que a fazenda dele já havia luz elétrica enquanto que na cidade de Miguel Calmon, ainda não havia.Os copos da fazenda do tio Janjão, eram revestidos de ouro, cravados com pedras preciosas. Ele, portanto, era muito rico. Também visitava meu pai, vulgo Ioiô Belitardo, escrivão do Cartório de Registro Civil. Eu era muito pequena, mas me lembro de muitas histórias sobre ele.

Utilize o espaço abaixo para contribuir com informações, sugestões, elogios ou críticas ...

Sua mensagem será moderada antes de aparecer para o público.


(Obrigatório)
Este campo é obrigatório.Formato de e-mail inválido.

Desenvolvido por Éder Lima